(41) 3323-3636 | (41) 99896-1818
Resumo da sua Sacola de Compras
Ir para o carrinho
Contrabaixo Acústico 3/4 Franz Hoffmann, H. T. Heberlein

Contrabaixo Acústico 3/4 Franz Hoffmann, H. T. Heberlein

SKU FH76BX-HEB34
Aproveite, ainda temos 1 item no estoque
R$ 13.499,00
Quantidade
Cartão de Crédito

1 x sem juros de R$ 12.824,05 (Desconto de 5%) no Cartão de Crédito

2 x sem juros de R$ 6.749,50 no Cartão de Crédito

3 x sem juros de R$ 4.499,67 no Cartão de Crédito

4 x sem juros de R$ 3.374,75 no Cartão de Crédito

5 x sem juros de R$ 2.699,80 no Cartão de Crédito

6 x com juros de R$ 2.283,58 no Cartão de Crédito

7 x com juros de R$ 1.986,28 no Cartão de Crédito

8 x com juros de R$ 1.763,31 no Cartão de Crédito

9 x com juros de R$ 1.589,88 no Cartão de Crédito

10 x com juros de R$ 1.451,14 no Cartão de Crédito

11 x com juros de R$ 1.337,63 no Cartão de Crédito

12 x com juros de R$ 1.243,03 no Cartão de Crédito

Consulte frete e prazo de entrega

Não sabe o CEP?

informações do produto

Contrabaixo Acústico 3/4 Franz Hoffmann, H. T. Heberlein

O contrabaixo modelo H. T. HEBERLEIN é um instrumento bem construido, de nível semi profissional, dentro do estilo Stradivarius de construção.
Os contrabaixos são instrumentos muito caros para produzir, devido ao seu tamanho obviamente, mas também pela pouca quantidade produzida.
É muito difícil adquirir baixos acessíveis para dispobilizar aos clientes, por conta da própria natureza do instrumento, de seu alto custo de fabricação.

O modelo H. T. HEBERLEIN é uma conquista da Plander para seus clientes.
Conseguimos importar bons instrumentos a um preço mais acessível.
Esses instrumentos são muito superiores aos modelos estudantis básicos, vale a pena o investimento.
É praticamente uma exclusividade da Plander oferecer baixos dessa qualidade nessa faixa de preço.
Claro que podemos fornecer baixos ainda melhores, profissionais. Mas os valores sobem a níveis altíssimos.

Características:

Madeira maciça em toda sua construção.
Tampo em Epicer
Laterais e fundo em madeira Maple
Acessórios em Ébano
Acompanha capa e arco

Sobre o nome:

Heinrich Theodor Heberlein Jr. (1843 - 1910) nasceu em Markneukirchen, distrito de Vogtlandkreis, no estado da Saxônia, Alemanha. Junto com a região vizinha, boêmia ocidental na República Checa, Vogtland se tornou conhecida no mundo todo por sua grande produção de instrumentos musicais, com quase 400 anos de história. Desde a segunda parte do século XVI quando as primeiras dinastias de luthiers se mudaram para a região, até o dia que que Ludwig Gläsel Jr. (1842-1931) decidiu imprimir "German Cremona" em suas etiquetas, essa região da Europa Central se destaca pela quantidade de instrumentos musicais produzidos. Seus instrumentos e até seus luthiers se espalharam pela Europa e pelo mundo nos séculos XVIII e XIX, e os instrumentos baratos eram em grande número, quase como uma profecia do fenômeno chinês nos dias atuais.

Heinrich Theodor é o membro mais famoso da dinastia Heberlein de Markneukirchen, cidade que personifica a região e na qual seus luthiers produziram os melhores instrumentos, ao bom estilo de Cremona e Brescia. Aprendeu o ofício com seu pai, Carl August Heberlein, depois mudou-se para Leipzig para trabalhar com Ludwig Bausch. Após outros 3 anos de aprimoramento com August Riechers em Hanover, abriu sua própria lutheria em sua cidade natal em 1863. A partir de 1875 recebeu diversos prêmios em Viena, Halle, Teplit e Berlin. Dentre eles: Cavaleiro da Ordem Saxônica Albrecht.

Sua amizade com August Riechers perdurou pela vida toda e lhe rendeu algumas oportunidades. Riechers também foi treinado inicialmente em Markneukirchen, também trabalhou com Ludwig Bausch, mas depois com J.B. Vuillaume e se tornou um grande expert. Através de Riechers, Heberlein fez amizade com o violinista Joseph Joachim que possuiu vários violinos Stradivari ao longo da carreira. Heberlein teve a oportunidade de estudar muitas masterpieces que acabaram por incluenciar seu trabalho, o que tornou seus violinos cada vez mais próximos do estilo cremonese.
H. T. Heberlein também foi presidente da associação alemã de luthiers e fundador da escola profissional de lutheria de Markneukirchen em 1878.

O artista e ilustrador americano James Montgomery Flagg, que ficou famoso por intar o icônico poster do Tio Sam, foi atraído pela fama de Heberlein e fez uma penosa viagem em 1907, de Nova York para explorar o pequeno vilarejo de Markneukirchen. A jornada resultou em um belo artigo ilustrado chamado "A Violin Makers Village" publicado em fevereiro de 1908 no periódico da época: Scribners Monthly. Em seus comentários, Flagg escreveu que um dos instrumentos no atelier de Heberlein era exposto com orgulho: um violino em que o topo da voluta tinha a cabeça do famoso Joachin cuidadosamente esculpida.

O retrato original de Heinrich Theodor Heberlein Jr. pintado por James Flagg encontra-se no Museu dos Instrumentos Musicais de Markneukirchen, que contempla uma extensa exposição com mais de 3200 instrumentos da região e de outras partes do mundo.

Produtos que você já viu

Você ainda não visualizou nenhum produto

Termos Buscados

Você ainda não realizou nenhuma busca